Loading...
► Guarda móveis, guarda volumes e self storage na Zona Oeste de São Paulo - SP

Guarda Volumes

Guarda Volumes Box Guarda Tudo SFQuem está em busca de mais espaço, seja para a casa ou para o escritório, provavelmente já deve ter ouvido falar dos guarda volumes. Para entender melhor como ele funciona, são espaços de tamanhos variados em que uma pessoa ou empresa pode alugar por um determinado tempo.

Eles acabam se tornando um complemento dos imóveis, onde é possível armazenar bens, documentos e objetos que não possuem uso frequente.

A estrutura destinada ao serviço de guarda volumes em SP é disponibilizada pelas empresas de self storage, como o Box Guarda Tudo SF. No caso específico dos guarda volumes, o espaço possui dimensões menor esse comparado a outros tipos de boxes, como por exemplo,aqueles destinados para o armazenamento de móveis.

Boxes compactos

A ideia de oferecer espaços menores para armazenar volumes veio da alta demanda de pessoas que não possuem um local adequado para armazenar seus pertences. Os self storages reúnem condições ideais para organizar os itens que ocupam pouco espaço através de versão mais econômica e compacta dos boxes. Na maioria das vezes, os interessados buscam desejam guardar objetos como documentos (em pouca quantidade), um instrumento musical pequeno, quadros, livros, entre outros pertences.

Como funcionam os guarda volumes

A falta de espaço já virou uma forte característica das grandes cidades, principalmente quando é levado em conta o valor do metro quadrado, que está cada vez mais alto. Dessa forma, manter organizados os documentos e objetos de uma maneira geral pode se tornar uma tarefa complicada.

É nesse momento que entram em cena os self storage para guarda volumes dentro do self storage, espaços com total infraestrutura, longe de poeira e outros inconvenientes, onde é possível guardar esses itens de um jeito seguro e acessível.

O processo de locação também é outro atrativo, já que não é necessário assinar um contrato por um longo período, e também não são exigidos comprovações de renda ou depósito. Basta apenas apresentar os documentos pessoais, comprovante de residência e pagar o mês adiantado. A partir deste momento, o box é liberado para uso. Tudo de maneira rápida e segura.

Procedimentos para alugar um box

Como mencionado anteriormente, os procedimentos para alugar um box guarda volumes são fáceis e práticos. O primeiro passo é saber exatamente o tamanho adequado. Para isso, é necessário separar os itens que serão destinados ao guarda volumes e seguir os procedimentos a seguir:

  • Entrar em contato com a empresa que oferecem o serviço de self storage mais próximo da sua residência ou escritório. O ideal é que o local escolhido seja de fácil acesso, pois assim, o locatário poderá ir ao guarda volumes sempre que necessário.
  • Preencher a ficha de inscrição com todos os dados necessários, como identidade, CPF e endereço completo, sendo necessário levar uma cópia desses documentos.
  • Decidir o período de contrato desejado, que pode ser de um mês ou mais. Não existe um limite pré-determinado, já que isso vai depender da necessidade de cada pessoa.

O que possui um guarda volume alugado

Uma característica importante do guarda volume está relacionada à segurança. No momento em que o locatário assina os papeis de locação e passa a utilizar o espaço para armazenar as suas coisas, ele pode colocar um cadeado no qual só ele possui a chave.

Ou seja, nenhum funcionário do self storage tem autorização para mexer nos boxes alugados. Isso com certeza transmite mais credibilidade para quem ainda está na dúvida sobre alugar ou não um guarda volume.

Além disso, os locais onde esses espaços ficam localizados, na maioria das vezes, são equipados com câmeras 24h e vigias locais. Esse é mais um aspecto para garantir que tudo estará bem seguro.

A limpeza e infraestrutura ficam por conta do self storage, cabendo ao contratante apenas arcar com as despesas com relação ao seguro. Caso haja necessidade, essa regra é válida no caso de ser declarado um bem com valor superior a R$ 10 mil.

O que pode ser armazenado no guarda volume?

Como mencionado, o guarda volume possui um tamanho diferenciado dos demais boxes que costumam ser alugados, como os guarda móveis, por exemplo. Ele é menor e, portanto, ideal para objetos de pequeno e médio porte.

Sendo assim, os itens que serão guardados nele devem ter dimensões reduzidas. Há um limite também de quantidade, isto é, caso a pessoa queira um espaço maior, será necessário optar por um outro tipo de armazenamento.

Nos guarda volumes podem ser armazenados os seguintes itens:

  • Pequena quantidade de documentos: Se o objetivo é organizar uma quantidade razoável de papeis, esse espaço serve perfeitamente, pois é possível organizar esse volume em um espaço limitado. Também é importante ressaltar que os documentos deve ser aqueles que não são usados diariamente, para que não ocorra nenhum transtorno no futuro.
  • Instrumentos musicais: Muitas pessoas possuem instrumentos musicais e não possuem espaço em casa para armazena-los da melhor forma possível. Os boxes oferecem a dimensão necessário para este uso.
  • Livros: A leitura ainda é um momento de diversão para muitas pessoas, e mesmo com advento de tablets e ebooks, alguns ainda preferem o bom e velho livro de papel. Porém, eles realmente tomam bastante espaço. Neste caso, se for em uma pequena quantidade, os livros também podem ser facilmente colocados em guarda volumes.
  • Quadros: Algumas pessoas colecionam quadros como hobby, e não necessariamente para deixá-los expostos nas paredes.Essas peças também podem ser armazenadas em um guarda volumes com total segurança.

Quanto custa o aluguel de um guarda volume?

Assim como os demais serviços oferecidos no self storage, o valor do guarda volume varia em relação à empresa contratada e ao tamanho do box desejado. Um espaço de 1 metro quadrado na cidade de São Paulo, por exemplo, pode custar a partir de R$ 80,00. Mas para obter um preço exato, o recomendado é solicitar um orçamento personalizado.